“Perante cerca de 70 jovens militantes e simpatizantes da JSD, Paulo Rangel imputou ao candidato do PS um discurso demagógico e irresponsável: “Nós não andamos a falar sobre temas que não conhecemos. Agora é a minha vez de dizer, se Pedro Marques quer mesmo debater, tem de estudar, tem de começar a interessar-se pelos assuntos europeus, tem de debater os assuntos europeus com cuidado. Eu sei que ele não está habituado, mas isto não é o Governo nem é um debate em que se possa fazer apenas propaganda”, sublinhou. Paulo Rangel frisou que sábado “ficou claro que o PS continua a querer fugir aos debates”” (via Observador)

O Paulo Rangel tem razão no que diz e, de facto, a atitude de Pedro Marques (“o ministro do desinvestimento”) revela quão desastrada foi a escolha do PS para cabeça de lista. Mas, ao mesmo tempo, Rangel tem um problema: é que eu já estudei as matérias europeias e continuo à espera que ele aceite o meu desafio para o debate.

O INSURGENTE. 10 de Março de 2019