1/ Centralismo: a doença crónica do sistema político português.

2/ Foi revelado na semana passada o Plano de Estabilidade onde está incluída a lista dos maiores investimentos estruturantes planeados.Dos 9 investimentos em educação planeados, 8 são na Área Metropolitana de Lisboa.Dos 5 investimentos em saúde,3 são na Área Metropolitana Lisboa.

3/ A Área Metropolitana de Lisboa é já hoje a que apresenta melhores indicadores tanto na área da Saúde como na área da Educação.

4/ O PIB per capita da área Metropolitana de Lisboa é mais de 50% superior ao das duas regiões mais pobres do país: Norte e Centro.

5/ Em 2012, o Tribunal de Justiça da União Europeia condenou o estado português por desviar fundos de coesão das regiões mais pobres para Lisboa.

6/ Nenhum partido político colocou em causa esta decisão do governo.

7/ A Iniciativa Liberal defende a aplicação plena do princípio da subsidariedade, descentralizando o Estado; a redução da intervenção do Estado central, mantendo o poder nos indivíduos e em centros de decisão mais próximos destes. Quanto maior o Estado, mais centralismo.