Apresentação

O Gabinete de Estudos é a principal estrutura interna da Iniciativa Liberal responsável por desenvolver e adquirir conhecimento que contribua para as iniciativas da IL a nível nacional, regional e local.

ler mais

Gabinete de Estudos é um laboratório de ideias e iniciativas, onde ideias são transformadas em propostas para devolver possibilidades, esperança e propósito aos portugueses.

O Gabinete de Estudos faz parte da missão da Iniciativa Liberal, e da sua estratégia aprovada em Convenção Nacional, de melhorar o país pelas vias política, ideológica e cultural.

 

Vamos trabalhar para ser o Partido que melhor conhece Portugal, e que melhores soluções apresenta para os problemas, desafios e ambições dos portugueses.

O Gabinete de Estudos funciona na dependência política da Comissão Executiva. É gerido por coordenação própria, composto por membros e simpatizantes, empenhados no sucesso do projecto político da Iniciativa Liberal, organizados em equipas de resposta rápida.

Assim, o Gabinete de Estudos:

  • produz conteúdos para os protagonistas políticos da Iniciativa Liberal, sobretudo para Representação Parlamentar da Iniciativa Liberal mas também para a Representação Parlamentar nos Açores, e Autarcas eleitos pela Iniciativa Liberal;
  • apoia os órgãos políticos da Iniciativa Liberal – a Comissão Executiva (sobretudo a nível de comunicação e projectos especiais), o Conselho Nacional, e os Grupos de Coordenação Local; 
  • articula-se com as várias estruturas dos núcleos territoriais responsáveis por desenvolver conhecimento de âmbito local

O Gabinete de Estudos é um espaço de iniciativa e proactividade; de curiosidade, exploração e descoberta; de criatividade e produção de valor. Rege-se pelos princípios da aprendizagem contínua, da honestidade e adaptabilidade intelectual, da ética partidária e interpessoal, da noção e inteligência política. 

Toda a ajuda é bem-vinda, se esta missão te entusiasma, junta-te e vem trabalhar connosco para um Portugal mais Liberal.

Grupos de Trabalho

O Gabinete de Estudos organiza-se em vários grupos permanentes de trabalho:

 Sistema Político, Estado e Administração Pública

  • Administração Interna
  • Administração Pública e Transparência
  • Assuntos Internacionais
  • Bombeiros
  • Defesa
  • Justiça
  • Reforma Eleitoral

Sistema Social e Temas Sociais e Culturais

  • Canábis
  • Cultura
  • Desporto
  • Educação
  • Ensino Superior
  • Integração Social
  • Saúde
  • Trabalho e Segurança Social

Sistema Económico e Território

  • Agricultura
  • Economia e Competitividade
  • Energia
  • Florestas
  • Habitação
  • Mar
  • Serviços Financeiros
  • Sustentabilidade
  • Transição Digital
  • Transportes

Missão

Consolidar a IL como um partido de conhecimento

  • Conhecer os desafios das pessoas e do país
  • Consolidar esse conhecimento em análises políticas
  • Converter essas análises em conteúdos para ação política
  • Comunicar esses conteúdos com impacto
  • Construir um legado liberal

Visão

Ser a referência dentro da Iniciativa Liberal, e para Portugal, no conhecimento das soluções liberais para os desafios do país com políticas que liberalizem Portugal.

Atividade

  • Desenvolvimento de conhecimento contextual e temático: levantamento de dados, investigação política, mapeamento ideológico
  • Desenvolvimento de propostas
  • Suporte técnico aos atores políticos 
  • Formação e divulgação

Colaboração

  • Eleitos pela Iniciativa Liberal, e suas equipas
    • na Assembleia da República
    • nas Assembleias Regionais
    • nas Autarquias Locais
    • no Parlamento Europeu
  • Partido
    • Comissão Executiva
      • Tutelas (ex: Comunicação)
      • Pelouros (ex: Juventude)
      • Projectos especiais (ex: Descomplicar)
    • Núcleos territoriais
  • Sociedade civil

  Produção

  • Atividade Parlamentar
    • Iniciativas parlamentares: projetos de lei e projetos de resolução
    • Pacotes legislativos
    • Perguntas e requerimentos, ao governo e a  entidades públicas
    • Análise de propostas do Governo e de outros partidos
    • Análise de petições e iniciativas da sociedade civil
    • Análise de Programas de Governo
    • Análise de Orçamentos do Estado
  • Património Programático do Partido
    • Programa Político
    • Programas Eleitorais
    • Manifestos Políticos (ex: canábis, sustentabilidade,…)
  • Outros Entregáveis
    • Papers técnico-políticos
    • Panfletos para comunicação
    • Argumentário liberal temático
    • Debriefs e outros documentos de preparação
    • Releases / Artigos
    • Publicações
    • Apresentações
    • Infografias
    • Guiões para comunicação multimédia

Estatuto editorial

O que é o Gabinete de Estudos:

  • Espaço de Compromisso – O trabalho do Gabinete de Estudos deve enquadrar-se na Estratégia do Partido, e aprofundar a sua ação política, sem prejuízo que se abra a novas perspectivas e abordagens às mesmas.
  • Espaço de Liberdade – O Gabinete de Estudos existe para debate aberto e franco de ideias. Que ninguém se sinta constrangido em contribuir, e que possa sempre explorar, questionar, e dar o seu melhor.
  • Espaço de Responsabilidade – O Gabinete de Estudos desenvolverá soluções sérias para problemas sérios, e será exigido discernimento e rigor em toda a produção.
  • Espaço de Credibilidade – O Gabinete de Estudos insistirá em política com base em dados, contribuindo para propostas bem fundamentadas, claras e compreensíveis perante o eleitorado português.
  • Espaço de Curiosidade – O Gabinete de Estudos manterá um espírito de abertura à sociedade e de conhecimento da realidade, com vontade de explorar, aprender, e de aperfeiçoar ideias.
  • Espaço de Foco – O Gabinete de Estudos concentrar-se-á na sua missão, porque é aí que poderá acrescentar valor à ação política da Iniciativa Liberal, evitando dispersar atenção em debates ou trabalhos inconsequentes.
  • Espaço de Iniciativa – O Gabinete de Estudos será um espaço de proactividade, capacidade de trabalho, e de mangas arregaçadas.
  • Espaço de Possibilidades – O Gabinete de Estudos deve ser uma plataforma de trabalho, e uma incubadora de ideias, onde todos podem explorar o seu “cantinho” liberal, e onde “amigo não empata amigo”.
  • Espaço de Entreajuda – Todos os colaboradores são encorajados a ajudar e puxar pelos projectos uns dos outros. O nosso trabalho só melhora quando exposto a visões diferentes num espírito de equipa construtivo.
  • Espaço de Eficiência – O Gabinete de Estudos valoriza o conhecimento, talento, tempo e dedicação dos seus colaboradores, e certificar-se-à que o investimento destes recursos se concretize em resultados que elevem a atividade do partido e dos seus representantes.
  • Espaço de Boa-Disposição – O que fazemos com espírito empreendedor e bem humorado traduz-se na nossa realização pessoal e contribui para um ambiente estimulante e criativo. Que nos divertamos a Liberalizar Portugal.

    O que o Gabinete de Estudos não é:

    • Órgão de definição política – O Gabinete de Estudos não se substituirá nem fará curto-circuito a competências políticas estatutariamente atribuídas à Convenção, Conselho Nacional, Comissão Executiva, e aos órgãos locais – ou às competências dos representantes eleitos por listas da Iniciativa Liberal
    • Instituição académica – O Gabinete de Estudos não existe para produção de conteúdos independentes, descomprometidos, desarticulados ou desalinhados com a estratégia e projecto político da Iniciativa Liberal.
    • Veículo para interesses pessoais – O Gabinete de Estudos não existe para autopromoções e protagonismos individuais, tráfico de influências e venda de acesso, favoritismos e nepotismos.
    • Veículo para interferências externas – O Gabinete de Estudos não será porta de entrada e espaço de trabalho para lobbyistas empenhados em condicionar a Iniciativa Liberal.
    • Arena para políticas internas – O Gabinete de Estudos não existe para ser contrapoder crítico a órgãos democráticos do partido, ou aos representantes eleitos pela Iniciativa Liberal, nem para debater ou promover manobras internas do Partido, muito menos aquelas próprias de partidos cheios de vícios – caciquismos, fações, distritais, jotas, centros de estudo instrumentalizados, etc..
    • Rede social O Gabinete de Estudos desenvolve o seu trabalho com intensa partilha de ideias, mas os canais de comunicação não devem funcionar para comentário de política de faits divers diário. O seu propósito deve ser a partilha de opinião e informação diretamente relevantes para o trabalho do grupo temático.

    Como participar

    O Gabinete de Estudos está aberto à participação de todos os membros da Iniciativa Liberal, e até a simpatizantes das ideias liberais. Estamos interessados em desenvolver uma extensa rede de pessoas conhecedoras dos temas, conhecer os problemas dos portugueses, desenvolver soluções liberais, transformá-las em conteúdos políticos, e fazer de Portugal um país mais próspero com oportunidades para todos.

    Podes contribuir com ideias através do formulário Contribui e Liberaliza.

    Se quiseres candidatar-te a participar no Gabinete de Estudos da Iniciativa Liberal preenche o seguinte formulário: Candidaturas ao Gabinete de Estudos da Iniciativa Liberal.

    Ao nível local, podes colaborar com os gabinetes de estudo dos núcleos territoriais da Iniciativa Liberal.

     

    ×