Rui Paiva, Co-Fundador e CEO da WeDo Technologies, Paulo Carmona, ex Presidente da Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis, e Teresa Stanislau, Adjunta de Vereação na CM Porto, são três dos candidatos independentes.

Em 22 cabeças de lista, 7 são independentes. Cabeças de lista entre os 20 e os 71 anos.

Carlos Guimarães Pinto, o líder do partido, será o cabeça de lista pelo distrito do Porto e João Cotrim Figueiredo, ex-Presidente do Turismo de Portugal, será o cabeça de lista por Lisboa.

O partido Iniciativa Liberal irá apresentar listas em todos os círculos eleitorais nas Eleições Legislativas de 6 de Outubro de 2019. Depois de já anunciados os cabeças de lista no Porto e Lisboa, Carlos Guimarães Pinto e João Cotrim Figueiredo, e nos círculos da diáspora, Suzanne Rodrigues na Europa e Filipa Osório fora da Europa, o partido Iniciativa Liberal dá a conhecer todos os restantes cabeças de lista.

Rui Paiva, Co-Fundador e CEO da WeDo Technologies, em Vila Real; Paulo Carmona, ex Presidente da Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis, na Guarda; Teresa Stanislau, Adjunta de Vereação na CM Porto, em Bragança; Ana Vasconcelos Martins, Investigadora e Estudante em Oxford, nos Açores; António Lúcio Baptista, Médico Cirurgião, em Viana do Castelo; e Filipe Barbosa, Projectista, em Viseu, são os candidatos independentes que se juntam ao já anunciado João Cotrim Figueiredo, o gestor que encabeça a lista de Lisboa.

Dos 22 cabeças de lista, 7 são independentes e a média etária é de 38 anos. Maria Castello Branco com 20 anos, cabeça de lista por Castelo Branco, é a candidata mais nova, enquanto António Lúcio Baptista, médico cirurgião de 71 anos que lidera a lista em Viana do Castelo, é o mais velho.

Carlos Guimarães Pinto, líder do partido, considera que “estamos muito orgulhosos, motivados e agradecidos com a qualidade de pessoas que aceitaram o desafio de serem candidatos nestas que serão as primeiras legislativas a que a Iniciativa Liberal concorre. Numa altura em que a política tem tanta dificuldade em atrair quadros de qualidade, é um privilégio poder contar com tantas pessoas deste calibre na primeira vez que vamos a eleições”, acrescentando “estamos igualmente satisfeitos por estarem em linha com o perfil desejado inicialmente, de pessoas com visão e pensamento liberal assumidos, com muito para dar à política e que não dependem dela”.

A Iniciativa Liberal concorre pela primeira vez às Eleições Legislativas e cumpre o objectivo de apresentar listas em todos os círculos, mostrando-se como um verdadeiro partido nacional. A principal missão do partido Iniciativa Liberal é a defesa do indivíduo. Desde a sua fundação, aceite pelo Tribunal Constitucional a 13 de Dezembro de 2017, que se apresenta na defesa das ideias liberais e da consolidação das mesmas a nível nacional.

Círculo Eleitoral Cabeça de Lista Profissão/Ocupação Idade membro / independente
Açores Ana Martins Investigadora 34 independente
Aveiro Cristiano Santos Enfermeiro 34 membro
Beja Leonor Dargent Estudante 21 membro
Braga Olga Baptista Farmacêutica 43 membro
Bragança Teresa Stanislau Engenheira 39 independente
Castelo Branco Maria Castello Branco Estudante 20 membro
Coimbra Catarina Maia Gestora e Professora 40 membro
Europa Suzanne Rodrigues Analista Financeira 24 membro
Évora Alberto Cancelino Jurista 43 membro
Faro Bruno Mourão Martins Gestor 41 membro
Fora da Europa Filipa Osório Consultora 24 membro
Guarda Paulo Carmona Gestor 53 independente
Leiria Bernardo Blanco Economista 23 membro
Lisboa João Cotrim Figueiredo Gestor 58 independente
Madeira Duarte Gouveia Engenheiro Informático 44 membro
Portalegre Mariana Nina Jurista 42 membro
Porto Carlos Guimarães Pinto Economista 35 membro
Santarém João Pita Soares Gestor 31 membro
Setúbal Diogo Prates Médico Interno 36 membro
Viana do Castelo António Lúcio Baptista Médico Cirurgião independente
Vila Real Rui Paiva Gestor 52 independente
Viseu Filipe Barbosa Projectista 29 independente

 

Açores

Ana Martins, natural da Ilha Terceira, estuda Teoria Política na Universidade de Oxford, onde é também Assistente de Investigação no projeto ‘Histórias da Europa’ no âmbito do Programa Dahrendorf para o Estudo da Liberdade. É Europaeum Scholar, onde participa num projeto multidisciplinar dedicado à compreensão de diferentes perspectivas sobre a Europa. Estudou previamente Direito e Ciência Política na Universidade Católica Portuguesa.

Aveiro

Cristiano Santos é natural de Santa Maria de Lamas e reside em Santa Maria da Feira. É Enfermeiro no Hospital São João no Porto e foi formador em diversos Centros de Formação e no ISPAB. Tem uma activa participação cívica, escrevendo como membro convidado para diversos blogues, associações e websites, como por exemplo “Surfar a tendência” e tendo sido membro de Assembleia de Freguesia. É o Coordenador do Núcleo de Aveiro da Iniciativa Liberal.

Beja

Leonor Dargent nasceu em Beja e é licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Demonstrou, desde sempre, interesse na discussão e participação cívica, começando por representar a sua escola secundária em Bruxelas no programa Ideas Lab Brussels em 2015 e, desde então, tem representado Portugal em eventos internacionais para jovens, como a 80ª Sessão Internacional do Parlamento Europeu dos Jovens e a 8º Modelo de Cimeira ASEM, fazendo atualmente parte do Conselho Fiscal da Sociedade de Debate da Universidade de Lisboa.

Braga

Olga Baptista é liberal e minhota em toda a linha. Nascida em Guimarães, residente em Braga, trabalha em Fafe. É farmacêutica de profissão, sendo licenciada em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto. Após exercer o cargo de diretora técnica noutras empresas, desde 2006 é proprietária e diretora técnica de uma farmácia, sendo ainda consultora de uma empresa spin-off de desenvolvimento tecnológico de programas na área da saúde da Universidade do Minho. Em 2017 venceu o Prémio Saúde Sustentável do Jornal de Negócios.

Bragança

Teresa Stanislau é independente e defensora da região Norte. Com as suas raízes paternas em Mogadouro e Torre de Moncorvo, não só cresceu rodeada pela cultura e tradições transmontanas, como todos os anos fazia curvas e contracurvas nas férias para chegar ao “Portugal profundo”, até à construção da estrada “nova”, hoje conhecida por IC5, e que viabilizava o sonho da ligação rápida ao Porto. A estrada já existe, mas a Teresa acredita que há muito trabalho a fazer para diminuir as assimetrias da Região. Licenciada em Engenharia Civil, Mestre em Transportes pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, e com uma pós-graduação em Gestão de Serviços tem desenvolvido a sua carreira no setor dos transportes. Iniciou o seu percurso profissional como investigadora no Centro de Investigação de Transportes, Território e Ambiente da FEUP e no TIP – Transportes Intermodais do Porto, ACE, desenvolvendo a sua tese de mestrado sobre Avaliação de Interfaces Intermodais, entre outros trabalhos. É quadro da Metro do Porto e desde 2015 integra a equipa do Pelouro dos Transportes da Câmara do Porto, onde desde 2017 exerce funções como Adjunta da Vereadora do Pelouro dos Transportes, Fiscalização e Proteção Civil. Nos últimos 15 anos colaborou em vários trabalhos de investigação, tendo sido também co-autora de artigos científicos relacionados com o setor dos transportes, e oradora em alguns fóruns, sendo elemento da equipa do Portugal 2040 do Iniciativa Liberal, para o setor dos Transportes.

Castelo Branco

Maria Castello Branco cresceu entre Vale de Prazeres – Fundão, e Lisboa, cidade onde estuda Ciência Política e Relações Internacionais. É actualmente membro da coordenação do Núcleo de Juventude da Iniciativa Liberal. Partilha ocasionalmente a sua visão política em jornais nacionais, tendo sido nomeada recentemente para o cargo de Coordenadora Local da Students For Liberty. Considera-se Liberal de paixão desde Hayek e sente-se Liberal de coração desde a Iniciativa Liberal.

Coimbra

Catarina Maia foi a número 2 da lista da Iniciativa Liberal nas eleições Europeias e agora assume a liderança da lista no seu distrito natal. Nascida em Coimbra, mãe de 2 filhos, vive no Porto. Hoje é Responsável pelo Serviço de Apoio ao Licenciamento do INESC TEC, professora convidada na Universidade do Porto, e IPR Helpdesk Ambassador para Portugal. Ao longo da sua carreira, trabalhou em capital de risco, startups tecnológicas, multinacionais na área das ciências da vida, e fez investigação em imunologia em Portugal e no estrangeiro. É Mestre em Gestão pela Escola de Gestão do Porto (actual Porto Business School) e Licenciada em Microbiologia pela Escola Superior de Biotecnologia (UCP). É membro da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal.

Europa

Suzanne Rodrigues tem 24 anos, nasceu e viveu em Paris. É Licenciada em Gestão e Compra de Imóveis e com Mestrado em auditoria e consultaria. Decidiu recentemente regressar às suas origens familiares com o objectivo de desenvolver a sua carreira profissional em Portugal. Actualmente trabalha no sector imobiliário como analista financeira.

Évora

Alberto Cancelino é natural de Évora, tem 43 anos e viveu no concelho de Estremoz até aos 23 anos. Sempre que pode vai ao seu Alentejo, onde readquire energia para enfrentar todos os desafios com que se depara diariamente. Jurista por vocação e devoção. Foi assessor jurídico do Ministro do Interior de Timor-Leste. Foi ainda responsável técnico pela única base de dados jurídica que inclui o ordenamento jurídico de todos os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e desempenhou funções de formador na área da segurança interna em Angola e na Guiné-Bissau. Assume-se, desde sempre, como um liberal na economia e nos costumes, e é sobretudo um acérrimo defensor dos direitos individuais. Jamais se conformará com o estado a que o Estado chegou e tem a profunda convicção que todos merecemos um futuro mais próspero e sobretudo mais digno. É ainda membro da Assembleia de Freguesia de Águas Livres, eleito como independente.

Faro

Bruno Mourão Martins tem 41 anos e cerca de 25 anos de experiência profissional, contando no seu curriculum com experiências profissionais em empresas nacionais e multinacionais alemãs e americanas, dividindo o seu percurso profissional entre as áreas de tecnologias de informação e a gestão. Atualmente desempenha funções de gestão em empresas de investimento e é membro da Comissão Executiva do Iniciativa Liberal. Nos últimos anos entre outras funções, assumiu a liderança de projetos na área do desenvolvimento regional com foco no Algarve, e com destaque para o combate à desertificação do território, através da implementação de medidas ligadas às economias locais e regionais, nomeadamente com a identificação local de necessidades e consequentemente a criação de condições sócio/económicas no sentido de suprir essas necessidades e dotar as localidades fora das grandes áreas metropolitanas com os serviços que realmente interessam e fazem sentido à população.

Fora da Europa

Filipa Osório – nascida em Oeiras em 1995 e com ascendência macaense, a família mudou-se para São Paulo – Brasil, quando tinha 3 anos de idade. Voltou para Portugal com 9 anos, e viveu em Lisboa até aos 18, mudando-se para Londres para fazer a faculdade. Licenciou-se pela University College London em Linguística e tirou o mestrado em Antropologia Social e Cultural na mesma universidade. Trabalha na área de consultoria de tecnologias de informação, aplicando soluções de machine learning em projetos de desenvolvimento social e económico.

Guarda

Paulo Carmona – Neto de agricultores da Guarda, é licenciado em Gestão pela Universidade Católica. Enquanto empresário e gestor de empresas teve uma carreira internacional na área das matérias-primas agrícolas e petrolíferas e entre 2013 e 2016 foi Presidente da Entidade Nacional para o Mercado dos Combustíveis. No seu percurso foi ainda professor convidado em pós-graduações e presidente da AIESEC Portugal. É vice-presidente do MEL – Movimento Europa e Liberdade, e do think-tank Missão Crescimento. É membro da direção da Ordem dos Economistas e presidente do Fórum dos Administradores de Empresas. Cronista regular na imprensa, é casado e pai de 3 filhos.

Leiria

Bernardo Blanco nasceu em Torres Vedras e vive entre Lisboa e Óbidos. É Licenciado pela Católica Lisbon School of Business and Economics e Mestrando no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica. Trabalha em gestão de projetos e consultoria em diversas áreas. Tem uma forte intervenção cívica de pendor liberal desde cedo, sendo Vice-Presidente do Instituto Mises Portugal, Coordenador Local no Students for Liberty e autor no blog O Insurgente. Tem como figura política de referência o político inglês do século XIX William Gladstone e especial interesse pela mensagem política liberal de Fernando Pessoa.

Lisboa

João Cotrim de Figueiredo tem 58 anos, nasceu em Lisboa, é licenciado em Economia pela London School of Economics e possui um MBA pela Universidade Nova de Lisboa. Desempenhou ao longo da sua carreira profissional diversos cargos de gestão em empresas de relevo, tendo liderado a Compal e a Nutricafés até 2006. Foi Diretor-Geral da TVI, onde esteve até ao final de 2011. Desempenhou ainda funções de administrador da Jason Associates e da Faber Ventures. De 2013 a 2016 foi Presidente do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal e foi eleito em 2015 Vice-Presidente da European Travel Commission.

Madeira

Duarte Gouveia tem 44 anos, é pai de duas filhas, madeirense e empreendedor. Criou a sua atual empresa de desenvolvimento de software em 1997, logo após concluir a licenciatura em Engenharia Informática (IST-UL, 1997). É pós-graduado em Gest@o.com (ISCTE-IUL, 2003). Fez o mestrado em Engenharia Informática (2015) e está a completar o doutoramento também em Engenharia Informática na Universidade da Madeira, onde foi também docente de “Programação Orientada a Objectos” e “Game Design”. É também comunicador avançado, com formação em voz (Instituto de Artes do Espectáculo, 1997), tendo criado na Madeira os clubes de comunicação Toastmasters (2010) e Agora Speakers (2018). É desde 2012 Presidente da Associação de Voo Livre da Madeira. Com experiência política, desempenhou funções em outro partido aos mais diversos níveis local, concelhio, regional e nacional, tendo desempenhado diversos cargos políticos públicos, nomeadamente: membro da Assembleia de Freguesia (Santa Maria Maior); membro da Assembleia Municipal (Funchal); Vereador na Câmara Municipal do Funchal; Deputado na Assembleia Legislativa Regional da Madeira. É uma pessoa entusiasmada com a vida e que adora viajar. Faz trocas de casa para férias desde 2005, pondo em prática a “Economia da Partilha”. É membro da Iniciativa Liberal, sendo Vice-Coordenador do Núcleo Territorial da Madeira e membro do Conselho Nacional

Portalegre

Mariana Nina licenciou-se em Direito pela Universidade Católica Portuguesa. Exerceu advocacia e foi produtora numa companhia de teatro. Por via da administração que exerce de empresas familiares, percorreu o País de Norte a Sul reconhecendo as dificuldades e desafios das localidades do interior. Firme defensora da descentralização, acredita ser possível diminuir as assimetrias estruturais e sociais do País através de políticas que permitam a mobilização de competências e recursos do Estado sem a sua duplicação. Desde sempre liberal nas dimensões económica e social, revê-se nas heranças grego-latina, judaico-cristã, e do Iluminismo que posicionam o Indivíduo no centro da Cultura, da Lei, da Filosofia, e da Política.

Porto

Carlos Guimarães Pinto nasceu há 35 anos em Espinho, onde passou toda a sua vida até se licenciar em economia pela Faculdade de Economia do Porto. Posteriormente, viveu grande parte da sua vida adulta no Dubai, tendo trabalhado como consultor de empresas em mais de 20 países espalhados por 4 continentes. Regressou a Portugal há 3 anos, onde é investigador na área da Economia Internacional e professor universitário convidado no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica. É o Presidente do partido Iniciativa Liberal.

Santarém

João Pita Soares, Gestor, nasceu em Santarém e viveu em Coruche até seguir para Lisboa, onde se formou em Engenharia e Gestão Industrial pelo Instituto Superior Técnico. Apesar de ter desenvolvido toda a sua atividade profissional na indústria das telecomunicações, está desde cedo ligado ao setor agrícola, nomeadamente agropecuária e cortiça, o que também sempre o manteve presente em Coruche, onde está parte da actividade. Acredita que a descentralização e o liberalismo social e económico são o caminho a seguir para o desenvolvimento do interior do país e de todo o seu potencial humano e territorial.

Setúbal

Diogo Prates viveu até aos 18 anos em Évora, de onde partiu para estudar Fisioterapia na Escola Superior Saúde Egas Moniz no Monte de Caparica. Fez um Mestrado em Reabilitação Neurológica na Universidade Católica Portuguesa/Escola Superior Saúde Alcoitão. Em 2017 licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa, sendo actualmente interno de Medicina Geral e Familiar no ACES Almada/Seixal. Terminou em junho 2019 a Pós-graduação em Dor pela Universidade Católica Portuguesa.

Viana do Castelo

António Lúcio Baptista é médico cirurgião Cardio-Torácico. Efetuou a sua especialidade no Hospital de S. João no Porto e nos Hospitais da Universidade de Johannesburg, tendo sido docente na Faculdade de Medicina do Porto. É investigador e escritor ligado a projetos de investigação com o IPCA – Instituto Politécnico do Cavado e Ave, e Universidade do Minho na área do Laser Médico, Robótica e Inteligência artificial, sendo membro emérito da direção da European Laser Association. Publicou três livros, sendo os mais recentes o “Lugar da Utopia” e “Inovação para a Mudança”, este último em português e inglês. É responsável da área de Saúde na equipa Portugal 2040 do partido Iniciativa Liberal.

Vila Real

Rui Paiva é o Presidente Executivo da WeDo Technologies e COO da Sonae Sistemas de Informação. É membro da Comissão Executiva da BizDirect, Sonae IM, S21Sec, iTrust, SysValue, Fae, AmCham and Bright Pixel, bem como membro do Conselho Consultativo da Executive Digest e Imagens de Marca. Previamente a ter fundado a WeDo Technologies, em 2001, Rui Paiva desempenhou as funções de Director de Sistemas de Informação e Adjunto da Comissão Executiva da Optimus Comunicações. Antes foi Director de Departamento de Consultoria da HP Portugal, tendo passado anteriormente pela Telecel/Vodafone como Responsável pelo Departamento de Infra-estruturas, Operações e Help Desk. Rui Paiva iniciou a sua carreira profissional na Portugal Telecom, como Especialista em Telecomunicações e Informática. É licenciado em Matemática Aplicada e pós-graduado em Administração e Gestão pela Universidade Nova de Lisboa

Viseu

Filipe Barbosa vive em Viseu há mais de uma década. O ensino superior trouxe-o para Viseu e a carreira profissional acabou por o fixar por terras de Viriato. É natural de Barcelos e embora não esqueça a origem Minhota, já se sente Beirão de coração e espírito. Vive em Viseu e trabalha em Tondela onde é Projectista de profissão, sendo completamente apaixonado pela indústria e pela inovação. Enquanto independente foi membro e presidente de assembleia de freguesia na sua terra natal e agora voltou a decidir participar civicamente para defender a causa em que mais acredita, o combate à desertificação do interior. “Menos Centralismo, Mais Viseu” é o lema que adotou, quer pela defesa do Interior, como no combate à política centralista dos partidos tradicionais.

Sobre a Iniciativa Liberal

O partido Iniciativa Liberal é o partido liberal de Portugal.

A IL nasceu em 2016 com a criação da Associação Iniciativa Liberal, que produziu o Manifesto Portugal Mais Liberal. Em Dezembro de 2017, constituiu-se formalmente como partido político, com a declaração de princípios “Menos Estado, Mais Liberdade“. É membro do ALDE Party, o terceiro maior grupo parlamentar da União Europeia. Em Maio de 2019 participou no seu primeiro acto eleitoral – as Eleições Europeias. Em 2019 concorrerá em listas próprias às Eleições Regionais da Madeira, e às Eleições Legislativas nacionais.

O partido Iniciativa Liberal é o único partido português que defende mais liberalismo económico, mais liberalismo social, mais liberalismo político.

Acompanhe a Iniciativa Liberal em liberal.pt ou no Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube. #PortugalMaisLiberal

Para mais informação contacte: media@liberal.pt