O Partido Iniciativa Liberal condena a atitude do governo que, por preconceito ideológico contra os hospitais privados, levará a que centenas de milhares de beneficiários da ADSE venham a deixar de ter acesso a cuidados de saúde rápidos e de qualidade.

A quebra negocial aconteceu numa altura em que os parceiros de coligação do governo vinham já montando uma campanha baseada na manipulação de números contra os prestadores de saúde privados, possivelmente preparando o público para este desfecho. Esta situação é particularmente grave numa altura em que os problemas estruturais do Serviço Nacional de Saúde se tornam cada vez mais evidentes. A previsível carga adicional no Serviço Nacional de Saúde que a actual situação causará levará a que todos os portugueses tenham cuidados de saúde de pior qualidade.

As últimas decisões da Ministra da Saúde revelam uma incapacidade em abandonar os seus preconceitos ideológicos, sacrificando a saúde dos portugueses no processo, o que a Iniciativa Liberal considera de incompetente e perigoso para o cargo, apelando assim à sua demissão imediata.

O Partido Iniciativa Liberal defende a expansão de um sistema semelhante à ADSE para todos os portugueses permitindo uma ampla liberdade de escolha entre hospitais públicos e privados.