1/ O Parlamento, com os votos favoráveis da esquerda e a abstenção do CDS, aprovou ontem o acesso da Autoridade Fiscal ao saldo de todas as contas privadas acima de 50 mil euros, mesmo para cidadãos cumpridores.

2/ Ao mesmo tempo, rejeitou divulgar publicamente a lista dos grandes devedores dos bancos intervencionados.

3/ O parlamento esconde os nomes das empresas incumpridoras que obrigaram os contribuintes a desembolsar dezenas de milhares de milhões de euros em ajudas, enquanto viola a privacidade de cidadãos cumpridores, tornando-os todos suspeitos até prova em contrário.

4/ A Iniciativa Liberal defende a responsabilização dos grandes devedores responsáveis pelas intervenções estatais nos bancos e o direito à privacidade de todos os cidadãos contra os quais não haja suspeita fundada de crime ou incumprimento grave. #JuntosSomosAlternativa