Em 2015, 12 economistas socialistas coordenados por Mário Centeno apresentaram o relatório “Uma década por Portugal” com previsões para o crescimento económico do país caso o PS fosse governo. Quatro anos depois, fica claro que falharam em toda a linha. Apesar da conjuntura favorável na economia, Portugal cresceu menos que outros países europeus e atrasou-se no ranking dos países da Zona Euro, passando de 14º para 17º. Sem uma única reforma digna desse nome, o governo PS desperdiçou a oportunidade e deixa mais uma vez o país numa situação frágil e impreparado para uma nova crise económica. #JuntosSomosAlternativa